PM rebate denúncia do MPF e diz que não aplica ensino militar em escolas da Bahia - Justiça | Valter Vieira - Informação de qualidade
24 de setembro de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

JUSTIÇA - 22/09/2018

PM rebate denúncia do MPF e diz que não aplica ensino militar em escolas da Bahia

PM rebate denúncia do MPF e diz que não aplica ensino militar em escolas da Bahia

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) declarou que não está sendo aplicado ensino militar nas escolas municipais públicas do estado. Em resposta a uma reportagem publicada nesta sexta-feira pelo Bahia Notícias (veja aqui), a PM-BA disse que apenas disponibiliza a metodologia do sistema de ensino dos colégios militares (CPM) aos municípios que solicitaram parceria com a corporação. 

 

A união, que se tornou alvo de investigação pelo Ministério Público Federal (MPF), surgiu com uma parceria entre a corporação e a União dos Municípios Baianos (UPB), pelo bom desempenho dos alunos da rede CPM no Enem.

 

Em nota, a PM ressaltou que, ao disponibilizar o método ao município solicitante, é mantida a gestão pedagógica da escola e a direção passa a ser compartilhada com um militar da reserva, contratado pela prefeitura, que fica responsável pela parte disciplinar dos alunos.

 

A corporação destaca ainda que a carga horária de 800h estabelecida pelo Ministério da Educação é preservada sem alterações, sendo acrescida aproximadamente 150h com matérias cívicas e disciplinares que auxiliam na formação do aluno.

 

A PM reiterou ainda que a demanda dos municípios é espontânea e sem ônus para o estado, lembrando ainda que, nos três municípios onde a metodologia está sendo aplicada, a Corporação tem recebido feedbacks positivos de alunos, pais, professores e diretores, apresentando mudanças em diversos aspectos. BN

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%