Vídeo mostra últimos momentos de PM antes de morrer em Feira de Santana - Polícia | Valter Vieira - Informação de qualidade
22 de julho de 2018
MIN MAX
Envie fotos e vídeos
para nosso WhatsApp
75 99120-3503

Notícias

POLÍCIA - 06/04/2018

Vídeo mostra últimos momentos de PM antes de morrer em Feira de Santana

Vídeo mostra últimos momentos de PM antes de morrer em Feira de Santana Uma câmera de segurança registrou a abordagem policial que resultou na morte do soldado da Polícia Militar, Elielson Nascimento, de 38 anos, na manhã de quarta-feira (4) em Feira de Santana. De acordo com a polícia, o soldado estava armado, sem uniforme da coorporação e reagiu à abordagem dos colegas. Elielson foi enterrado nesta quinta-feira (5).

As imagens mostram Elielson, de bermuda jeans e camisa laranja, correndo em uma rua do bairro Mangabeira por volta das 11h37. O PM coloca a mão na cintura e parece puxar uma arma. Na sequência, chegam dois policiais fardados, um dos policiais parece pedir para Elielson parar, mas o PM procura abrigo atrás de um muro.
 
Em seguida, os policiais da Rondesp vão atrás de Elielson. Uma viatura também chega para apoiar a ação. Depois, as imagens não registram mais detalhes do caso.

A PM informou que a ocorrência foi encaminhada, ainda na quarta-feira, para a Delegacia de Homicídios de Feira de Santana. Disse também que os policiais militares encontraram um homem, supostamente armado na rua e que o mesmo reagiu a abordagem policial.

O reforço foi chamado e o policial Elielson acabou sendo morto. O coordenador da Polícia Civil, Roberto Leal, contou que as imagens comprovaram a versão dada pela PM. Sete pessoas já foram ouvidas e algumas delas foram testemunhas oculares da situação. A polícia só não detalhou quantas pessoas viram a ação. As investigações devem ser concluídas em 30 dias.
"Informaram [os policiais] que ele [Elielson] não disse nada. Foi tentada uma abordagem por dois policiais que estavam fardados, embora estivesse em um carro comum, eles [os policiais] desceram na tentativa de abordar uma pessoa que estava com um volume na cintura, parecendo uma arma de fogo e nesse momento houve uma reação e aí iniciou-se a perseguição que é comparada através do vídeo", relatou Leal.

O PM Elielson foi morto na quarta-feira quando estava indo buscar o filho de nove anos na escola. De acordo com a Polícia Militar, ele teria atirado contra outros dois PMs, que estavam fardados e em atividade administrativa junto com uma equipe do órgão de trânsito da cidade, no bairro Mangabeira. Elielson estava à paisana e, após os disparos, fugiu, disse, em nota, a corporação.

Depois, com apoio de uma guarnição da Rondesp Leste, os agentes contaram que foram recebidos a tiros. No confronto, Elielson Nascimento foi atingido.

Conforme a PM, ele só foi identificado como policial após ser socorrido e levado para o Hospital Clériston Andrade, onde morreu. Em seguida, o corpo do policial militar foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana.
O enterro de Elielson foi realizado no Cemitério São João Batista. Dezenas de familiares e amigos de dele, incluindo policiais militares, compareceram à cerimônia. A mulher do PM estava muito emocionada e foi amparada por familiares.

Elielson era primo da mulher do policial militar Cristiano Ramos Pinto, que morreu no dia 31 de março, três dias após ser baleado na cabeça em troca de tiros durante assalto na praça de pedágio em Candeias, região metropolitana da capital baiana.


G 1 Bahia

Enquete

Você concorda com a reforma da previdência?

*Enquete encerrada.
  • 3%
  • 24%
  • 74%